• Minha Vida, Meu Legado…

  • Voltar
 por 

Sob responsabilidade do Instituto Grupo Boticário a exposição foi criada em homenagem aos 42 anos da empresa O Boticário e a cidade de São José dos Pinhais. Na exposição, foi compartilhado com todos os visitantes o legado de Miguel Letenski, Emerson Leal, Neusa Terezinha Ossachuk e dos irmãos João e José Rocco.

O que eles têm em comum? São são-joseenses que acreditaram e contribuíram no passado, permanecendo até hoje como grandes parceiros. A exposição veio para comemorar o bem-estar comum que o legado de O Boticário trouxe para vida de cada homenageado, assim como para a cidade de São José: amor, sentimento de pertencimento, conhecimento e desenvolvimento.

Emerson Antonio Leal – “O Guardião” – Assistente de Logística

Emerson Antonio Leal nasceu em 1977 no ano em que foi inaugurada a pequena farmácia de manipulação O Boticário. Natural de São José dos Pinhais iniciou sua carreira na instituição O Boticário em 1996 como auxiliar de operações. Buscou desenvolvimento, cursou uma faculdade e hoje atua como Assistente de Logística. Seus sentimentos pela empresa, “Orgulho e realizações de muitos sonhos”. Como cidadão são-joseense “orgulho e satisfação”. Ao participar de um inventário na fábrica de São José dos Pinhais em 2007, encontrou 14 caixas com diversos produtos de 1983. Havia uma única identificação: A/C Dr. Miguel. Emerson lembra “Comecei a abrir e tinha muito produto antigo. Entrei em contato com várias pessoas,mas sem êxito. Olhei para os produtos e imaginei que fossem para alguma exposição e os guardei novamente”. Em 2013 o setor estoque de logística passou por uma limpeza e quase tudo ia ser descartado, quando Emerson tomou conhecimento que a área da Memória Organizacional estava levantando materiais com cunho histórico para guardá-los. Rapidamente decidiu levar as caixas para lá. “Lembro que a Marinês responsável pela guarda do acervo histórico, disse-me que não aproveitaria nada. Claro que era brincadeira! Nas caixas continham mais de 500 produtos – alguns a equipe só conhecia por fotos e a alegria era tanta que rolou a emoção. É realmente um achado, um tesouro os dizia. “Cada produto conta um pouco da história desta empresa”.

Irmãos João e José Rocco – “Franqueados”

João Rocco, natural de São José dos Pinhais é Engenheiro Químico e Matemático por formação.  Atuou como professor e aos 31 anos de idade, junto com seu irmão José Rocco, Engenheiro Civil, começaram uma nova trajetória de vida com O Boticário. Para o João, “a empresa foi fundamental para o crescimento pessoal e profissional. A franqueadora sempre se preocupou em repassar aos franqueados as melhores práticas do varejo, com muita inovação e qualidade. Esses novos desafios sempre me impulsionaram para um status constante de desenvolvimento e atualização profissional.” Conta ele ainda, que “na época O Boticário era uma empresa em franca expansão, e pelo fato da fábrica se localizar em São José dos Pinhais sempre havia comentários de quando seria a inauguração de uma loja no centro da cidade. Na véspera do dia das mães de 1986, eu e o meu irmão José, inauguramos a nossa primeira loja, na Rua XV de Novembro, 2008 – até hoje existente no mesmo endereço. O sucesso foi imediato e as vendas superaram todas as expectativas”. “A loja do O Boticário foi um sucesso na cidade, e os clientes ficavam encantados com os produtos. Aos poucos, acompanhando o crescimento de São José dos Pinhais, o grupo de lojas foi crescendo, e hoje possuímos seis lojas do O Boticário na cidade, entre lojas de rua, shopping, mercado e aeroporto”.

Miguel Letenski – “O menino da porteira” – Atual Diretor de Supply Chain de O Boticário

Em 1981 a farmácia de manipulação O Boticário, situada no centro de Curitiba na Rua Saldanha Marinho nº 214, ficou pequena para tantos planos, necessitando de um espaço maior. Quando o fundador Miguel Krigsner retornava da primeira loja de O Boticário no Aeroporto Afonso Pena em São José dos Pinhais, avistou uma placa de vende-se numa propriedade de mil alqueires na Avenida Rui Barbosa. Um menino de 12 anos, Miguel Letenski estava sentado ao lado da porteira da chácara que cuidava juntamente com seu pai, e a primeira coisa que perguntou foi o que iriam construir lá, Dr. Miguel Krigsner não hesitou em responder, uma fábrica de perfume, o menino de imediato se ofereceu para trabalhar com ele. Miguel Letenski começou sua história no O Boticário como servente de pedreiro, anos depois iniciou na linha de produção. Em 1986 recebeu o diploma de Operário Padrão, por sua dedicação ao trabalho, assiduidade, índice elevado de companheirismo, moral irrepreensível em relação à família, à comunidade e à pátria. Foi incentivado a cursar química, economia, mestrado em engenharia da produção. Aproveitou as oportunidades dentro da empresa e hoje atua como um dos Diretores do Grupo. Recebeu ao longo destes 30 anos inúmeras homenagens, é palestrante e professor de doutorado.

Miguel Letenski lembra:

“Comecei no Boticário como auxiliar de Produção e, nesses mais de 20 anos, já passei por diversas áreas. Hoje atuo como diretor de Projetos Estratégicos. Isso foi muito importante, pois consigo ter uma visão geral da empresa e dos processos, que mudaram muito. Lembro quando o Planejamento, o Plano de Compras e a Produção eram feitos em planilhas manuais gigantes. Levávamos semanas para fazer um plano de produção. Nem se compara a agilidade e a facilidade de hoje. É uma empresa que dá oportunidades. Já vi muita gente que era do chão da fábrica virar coordenador, ou gerente. Acredito muito no potencial do Boticário, é uma empresa fascinante.”

Minha história no Grupo Boticário – Neusa Terezinha Ossachuk – 31 de casa

“Morávamos na chácara ao lado, da empresa O Boticário, nesta época meus pais e meu irmão já trabalhavam na empresa. No dia 04/12/1988 também fui contratada para trabalhar na Mccolins do Brasil, era uma extensão do Boticário, só para produzir maquiagem, extratos e chás. No primeiro dia que fomos manipular bala de batom tremia muito de medo de quebrar por ser um produto tão delicado. Fiquei na produção por um período aproximado de três meses e em seguida fui direcionada para o laboratório de controle. Meu antigo gerente me falou que deveria ser sempre humilde com as pessoas, porque delas dependeria o meu crescimento profissional. Já no laboratório passei a fazer várias funções. Por ser uma empresa pequena, coletava e analisava material de embalagem para utilizar na linha de produção, também coletava amostras de matéria-prima para o físico – químico e microbiologia e cuidava da linha de produção. Comecei a fazer vários cursos técnicos na área, graduação em Administração com ênfase em Qualidade, pós-graduação em Gestão de Produto e Processo, e ainda hoje busco aperfeiçoamento. Em meados de 1982, o Boticário acabou comprando os funcionários da Mccolins e trouxe para dentro do O Boticário”. 

“Preocupação com o ser humano”:

“Houve um período da minha vida que passei por momentos difíceis, porém a empresa acreditava no meu potencial, esperou minha recuperação para me promover a analista de laboratório. Fazendo uma retrospectiva destes 30 anos de minha trajetória na empresa, vejo o quanto cresceu, porém, sem perder a essência de humanidade com seus colaboradores. Espero que minhas experiências possam de alguma forma ajudar no dia a dia dos meus colegas. Obrigada O Boticário por todos esses anos sendo reconhecida pelo meu trabalho”.

Sobre o Instituto Grupo Boticário

O Instituto Grupo Boticário originado em 2004, é uma instituição sem fins lucrativos mantida pelo Grupo Boticário, que busca transformar a vida das pessoas e contribuir para o desenvolvimento social no Brasil em cada iniciativa e compromisso assumido. Sendo, portanto, uma das marcas do Grupo, o Instituto possui uma gestão exclusiva, autonomia e interdependência nos processos visando uma entrega social para as comunidades e regiões onde o Grupo possui presença. Por isso, o Instituto Grupo Boticário oportuniza experiências culturais e o contato com a beleza em seu sentido mais amplo: na arte, na natureza, nas relações e no mundo, promovendo acesso ao conhecimento e a expansão do repertório cultural das pessoas.

Responsável pela Gestão de Patrocínio de Projetos Incentivados do Grupo Boticário, o Instituto Grupo Boticário atua desde a criação das Diretrizes até a seleção e monitoramento dos Projetos aprovados por meio de um Edital. Além dos Projetos Incentivados, o Instituto atua ativamente com Espaços Culturais como o Teatro de Bonecos Dr. Botica sediada em Curitiba, o Mundo do Perfume e o Teatro Dr. Botica instalados em São Paulo. Fazemos isso, pois acreditamos que a arte é a primeira expressão humana da beleza, inspira atitudes positivas e propõe uma forma otimista e desafiadora de interagir com o mundo. Há também as iniciativas voltadas à preservação da Memória Organizacional do Grupo Boticário.