• Indústria João Senegaglia

  • Voltar
 por 

João Senegaglia

O espaço cultura da Secretaria Municipal de Cultura, homenageia o Sr. João Senegaglia, uma personalidade importante que contribuiu no crescimento econômico do município de  São José dos Pinhais. Imigrante italiano que chegou em 1903 neste município e teve seu primeiro emprego na Fábrica de Brinquedos e Funilaria de José Gravina em Curitiba, que oportunizou  aos finais de semana, produzir objetos de utensílios domésticos para aumentar sua renda financeira. Na década de 1910, já vinha produzindo além de aros para coador de café, várias outras peças artesanais, como chocolateiras, formas de pão, frigideiras, canecas, baldes, entre outros, dando início a uma pequena fábrica onde tudo que produzia, saía para vender em diferentes localidades do interior e centro urbano do município. Na década de 1920, para atender a demanda, foi necessária aumentar as suas dependências.

Indústria Senegaglia

De pequeno produtor industrial, na década de 1930, passou a constituir de fato como pessoa jurídica com o nome de Indústria Senegaglia.  Como  já produzia em grande escala e para obter melhorias, buscou o apoio do governo de Vargas que estava impulsionando na época  a produção industrial no Brasil. Com isso, investiu em maquinários modernos e aumentou a contratação de novos trabalhadores.

Como foi a primeira indústria em São José dos Pinhais, havia um ambiente familiar onde as confraternizações eram freqüentes. Na década de 40  a administração passou para seus  três filhos, Luiz, Arlindo e Augusto Senegaglia. E mesmo afastado, suas visitas eram constantes no ambiente da fábrica. Faleceu em 1960.

Na década de 70, a indústria teve dificuldade de competir no mercado industrial, não só pela concorrência que surgiram, mas pela inovações tecnológicas que não pode acompanhar e em 1976, encerrou-se as atividades.

Centro de Vivência João Senegaglia

No local da indústria desativada, abrigou estabelecimentos comerciais e culturais da cidade e em 22 de outubro de 1980, conforme Decreto 200/80 recebei a denominação de Centro de Vivência João Senegaglia. 

Em dezembro de 2004, de acordo com a Lei 659/04 o prédio foi tombado como Patrimônio Histórico do Município sob a guarda da Secretaria Municipal de Cultura de São José dos Pinhais.